Saúde Gaúcha
Informação para gestores e profissionais de saúde.

- Publicidade -

- Publicidade -

Inscrições abertas para o curso Saúde das Populações do Campo, Floresta e Águas

0

Estão abertas, até o dia 31 de julho, as matrículas para a nova oferta do curso online Atenção Integral à Saúde das Populações do Campo, da Floresta e das Águas, oferecido pela Fiocruz Mato Grosso do Sul, por meio da UNA-SUS. O início é imediato e, como em todas as ofertas da UNA-SUS, o curso é totalmente gratuito, com direito à certificação.

>> Médicos, enfermeiros e dentistas podem fazer curso a distância de detecção precoce do câncer

A capacitação tem por objetivo adequar as competências dos profissionais de saúde que atuam nessas áreas, qualificando o cuidado à saúde dessas populações. O curso foi validado pela Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa, por meio do Departamento de Apoio à Gestão Participativa e ao Controle Social (SGEP/DAGEP) e pela Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES), ambas do Ministério da Saúde.

>> Cursos gratuitos sobre Zika e Chikungunya com inscrições abertas

O curso promove a reflexão sobre a qualidade do serviço desenvolvido e visa ampliar as competências necessárias para que a atenção à saúde seja universal, integral, centrada nas necessidades e especificidades das pessoas, respeitando a competência cultural dos indivíduos e comunidades dessas categorias.

Com carga horária de 60 horas, as quatro unidades do curso tratam da diversidade das populações do campo, da floresta e das águas; da gestão do cuidado por ciclo de vida e vulnerabilidade, além dos agravos de maior prevalência e, por fim, a atenção às situações de risco à saúde dessas pessoas.

A capacitação foi elaborada por profissionais especialistas em Saúde Rural e os conteúdos apresentam os riscos ocupacionais e ambientais das diferentes populações, quer sejam ribeirinhas, do agreste nordestino, dentre outras.

De acordo com a coordenadora pedagógica do curso, Leika Geniole, há uma seção que traz as informações sobre agrotóxicos e a correlação com aumento de incidência de câncer, além das intoxicações por agrotóxicos, tanto crônicas como agudas; o risco de acidentes com animais peçonhentos, dentre outros temas, explica. Outro tema abordado é a utilização de plantas medicinais, os efeitos adversos e interação com medicações alopáticas.

Para dinamizar o conhecimento, são utilizadas situações problemas, atividades interativas e vídeos que apresentam diferentes realidades dos territórios, a forma como os profissionais de saúde se reinventam para o exercício da promoção da saúde, da prevenção de doenças e recuperação da saúde das pessoas nessas localidades.

Profissionais de saúde interessados no tema, podem clicar aqui para matrícula.

Fonte: Ministério da Saúde, com informações da UNA-SUS

Leia também:

Envie um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.