Saúde Gaúcha
Informação para gestores e profissionais de saúde.

- Publicidade -

- Publicidade -

Governador diz que ninguém pode ser deixado para trás, não importa a idade

1

Em mais uma transmissão ao vivo, desta vez diretamente do Gabinete de Crise, no Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff), na capital, o governador Eduardo Leite reforçou, nesta quarta-feira (25/3), o esforço que o Estado vem fazendo para minimizar o número de vítimas fatais do Covid-19.

Assine a newsletter do saudegaucha.com e receba no seu e-mail informações corretas sobre a luta contra o coronavírus. É grátis!

“Estamos atuando com todas as forças, alinhados aos municípios e ao Ministério da Saúde para dar condições de atendimento necessário a todos. Não interessa a idade. Não queremos perder ninguém. Sabemos que teremos perdas, mas vamos lutar para que seja o menor número possível. Não importa a idade, ninguém pode ser deixado para trás”, afirmou.

O governador adotou, diariamente, a partir desta quarta, às 14h, a transmissão ao vivo, como forma de informar a população a respeito das ações tomadas pelo governo do Estado para desacelerar a propagação do coronavírus. Antes de apresentar as novidades, Leite lamentou a morte da primeira vítima da doença, uma senhora de 91 anos, que faleceu nesta terça-feira (24/3), em Porto Alegre.

Leite também respondeu a perguntas da imprensa e destacou a importância da ciência no momento de enfrentamento do vírus. “Devemos preservar, em primeiro lugar, as vidas, e em segundo lugar, os empregos. Sabemos que esse período de isolamento trará consequências econômicas e estamos estudando maneiras de amenizá-las, sempre respeitando as orientações do Ministério da Saúde. Enquanto não há uma alternativa, o melhor é que quem puder, fique em casa”, destacou.

Às 16h desta quarta-feira, todos os governadores dos Estados e do Distrito Federal se reunirão, em videoconferência, para discutir a situação do enfrentamento à doença no país.

Mais notícias sobre CORONAVÍRUS:
>>> Mortes por coronavírus sobem para 57 no Brasil; letalidade aumenta
>>> Nenhum dos oito pacientes curados de coronavírus em Porto Alegre esteve internado
>>> Porto Alegre registra a primeira morte por coronavírus; nove estão na UTI
>>> HCPA começa a montar primeiros leitos de CTI para atendimento a pacientes graves da Covid-19
>>> Já falta vacina contra a gripe para idosos em municípios da região Metropolitana e do interior
>>> Veja as farmácias que irão vacinar idosos contra a gripe a partir de quarta (25)
>>> Em 24 horas, mortes por coronavírus aumentaram 36% no Brasil; casos sobem 22,3%
>>> Porto Alegre tem o primeiro caso de transmissão local de coronavírus
>>> Pré-consulta virtual do SUS de Florianópolis auxiliará no combate ao coronavírus
>>> Planos de saúde terão de cobrir exames para coronavírus
>>> Para melhor identificar o coronavírus, vacinação da gripe será antecipada
>>> Brasil tem primeiro caso de coronavírus

Governador atualiza projeções da evolução do vírus no Estado
A Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag), liderada pela secretária Leany Lemos, tem projetado, com base na evolução da Covid-19 em outros países, como Alemanha, Itália, França, Espanha, Coreia do Sul e China, possíveis cenários para o avanço do coronavírus no Rio Grande do Sul.

O estudo já havia sido apresentado a parlamentares, empresários e líderes de entidades e foi atualizado nesta semana. De acordo com os dados, a trajetória do vírus no Brasil se assemelha à da França, e o Rio Grande do Sul, por sua vez, segue trajetória similar à do Brasil.

A Seplag estima que, se o RS entrar em um cenário agressivo, sejam detectados 421 casos até o dia 27 de março, sete dias após o diagnóstico do 50° caso. Em 14 dias depois desse diagnóstico, em 3 de abril, em um cenário agressivo, o RS terá mais de 3,5 mil casos. Há, ainda, projeções para um cenário moderado e extremo. Vale lembrar que o primeiro caso de coronavírus foi confirmado em 10 de março.

Por Governo do Estado do RS

 

1 comentário
  1. Rejane Diz

    Eduardo não é o que está ocorrendo em Pelotas com a Prefeita Paula. Seria bom verificar.

Envie um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp chat