Saúde Gaúcha
Informação para gestores e profissionais de saúde.

- Publicidade -

- Publicidade -

Pelotas pode ter caso suspeito de coronavírus, o terceiro do Estado 

0

A assessoria do Hospital-Escola da Universidade Federal de Pelotas (HE-UFPel) confirmou na noite de quinta-feira (30/01/20) que uma paciente foi encaminhada à instituição como caso suspeito de coronavírus. A mulher, que não teve a identidade revelada, será submetida a exames laboratoriais e ficará em isolamento até o resultado, conforme indica o protocolo de atendimento. Este é o primeiro caso suspeito de coronavírus na Zona Sul do Estado. As informações são do Diário Popular.

Até o início da manhã desta sexta-feira (31/01/20), a Secretaria Estadual da Saúde não havia se manifestado sobre a possibilidade do novo caso. Caso a suspeita realmente seja confirmada pela autoridade sanitária estadual, o caso de Pelotas deverá constar no boletim epidemiológico que será atualizado no final da tarde pelo Ministério da Saúde.

>>> Vacina em desenvolvimento poderá impedir propagação do coronavírus

A paciente estava no Pronto-Socorro de Pelotas (PSP) e foi encaminhada ao HE-UFPel via Secretaria Municipal de Saúde (SMS). A chefe da Divisão Médica, Cristiane Neutzling, deve fazer um pronunciamento a respeito do caso após o resultado dos exames. Não há, no entanto, previsão para a análise completa. O histórico da paciente também não foi divulgado, por isso ainda não é possível afirmar que tipo de contato ela poderia ter com o vírus nas regiões de contágio que visitou.

>>> Brasileira desenvolve novo tratamento para câncer de ovário

>>> Software pode diagnosticar melanoma com 86% de precisão

>>> Farmácias agora podem prestar serviços ambulatoriais em Porto Alegre

RS já tem 2 suspeitas confirmadas
O Rio Grande do Sul informou ontem (30/01/20) o registro de dois novos casos suspeitos de infecção por coronavírus, nos municípios de Novo Hamburgo e Gravataí, na região Metropolitana de Porto Alegre.

Segundo nota da Secretaria Estadual da Saúde, em Novo Hamburgo o caso refere-se a um homem de 54 anos que reside em Hong Kong, que foi atendido durante estadia na cidade. Já em Gravataí é de uma mulher de 27 anos que esteve em viagem à China. Ambos apresentaram o quadro de febre atrelada a um sintoma respiratório (tosse ou dificuldade de respirar) mas sem a necessidade de internação hospitalar. Aos dois foi recomendado o isolamento domiciliar e as vigilâncias municipais dos municípios e do Estado mantêm monitoramento dos casos.

Ambos casos estão em análise pelo Laboratório Central do Estado (Lacen) – para o painel de vírus respiratórios hoje de competência do local, como influenza, parainfluenza, adenovírus entre outros -, e pelo laboratório de referência para análise do coronavírus da Fiocruz no Rio de Janeiro – para amostras de secreção respiratória.

Outros 4 casos suspeitos de coronavírus no Rio Grande do Sul já foram descartadas ou excluídas, em residentes nas cidades de São Leopoldo (dois casos) e Dois Irmãos (dois casos).

>>> Campanha Janeiro Branco incentiva os cuidados com a saúde mental

>> Acesso a medicamentos a base de maconha medicinal é simplificado

>> Porto Alegre renova frota do SAMU com 14 ambulâncias novas

Por saudegaucha.com, com informações do Diário Popular

Envie um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp chat