Saúde Gaúcha
Informação para gestores e profissionais de saúde.

- Publicidade -

- Publicidade -

Canoas investirá 1,4 milhão de recursos próprios na revitalização do Pronto-Socorro

0

Já está pronta a licitação para a busca de empresa que irá executar as obras de ampliação e melhorias no Hospital de Pronto Socorro de Canoas (HPSC). Serão realizadas ampliação e modernização das áreas de pronto atendimento, consultórios, área administrativa, fachada, infraestrutura externa, entre outras dependências. O investimento da obra está estimado em R$ 1,4 milhão, aporte que será feito integralmente com recursos próprios do município. Os valores já estão previstos no orçamento e não irão prejudicar o pagamento de salários dos profissionais, consultas e exames.

Canoas promove reaproximação do Divina Providência com o Nossa Senhora das Graças

A licitação, na modalidade de Tomada de Preços, terá a abertura dos envelopes de habilitação no dia 25 de fevereiro. A empresa terá quatro meses para realizar as obras, que não irão afetar os atendimentos no HPSC. A reforma tem como objetivo deixar o hospital mais confortável para atender pacientes e familiares que precisam usar a unidade. A intenção da gestão municipal é entregar à cidade um novo hospital, mais confortável e moderno. Para isso, as obras serão realizadas em duas etapas.

Canoas redireciona verbas do carnaval e outros quatro eventos para saúde

A primeira etapa, que é contemplada nesta licitação, inclui a reestruturação e melhorias nas área social externa, áreas cobertas de acessos, na estrutura do pronto-atendimento, emergências, pediatria, traumatologia, recepção, sanitários, sala de espera dos familiares e ouvidoria. Além disso, a intenção é reformar a portaria central, o saguão e a recepção e revitalizar as fachadas. A parte interna terá seus fluxos revistos para melhoria no atendimento. Além de deixar a parte externa mais bonita, realizando paisagismo. Ao todo, será revitalizada uma área de 451m² da edificação.

Canoas lança o Programa Todos pela Saúde

“A Saúde Pública é prioridade em Canoas. Temos trabalhado todos os dias para superar os desafios, enfrentar os problemas e melhorar a qualidade da prestação de serviços médicos à população. Ainda há muito o que ser feito, mas já temos diversas conquistas. A revitalização do HPS é um exemplo disso, vamos realizar a obra totalmente com recursos do caixa do município”, explica o prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato.

Falta de repasses

Há mais de seis meses sem receber os recursos para o custeio da saúde por parte do governo do estado, a Prefeitura de Canoas vem realizando diversos esforços para não afetar os serviços. A dívida chega aos R$ 47 milhões, há, inclusive, valores referentes ao ano de 2017. Todos os meses, o governo do estado deveria depositar R$ 11.124.021,56 para custeio das instituições públicas de saúde. Esse valor é destinado aos hospitais, Unidades Básicas de Saúde (UBSs), os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e outros serviços. Para evitar prejuízos à população, o governo do município contingenciou cerca de R$ 40 milhões. Esse valor, que seria empregado em outras ações da prefeitura, como limpeza de ruas, capina, roçada, e até mesmo de eventos culturais, foi destinado exclusivamente para pagar os profissionais, medicamentos e serviços da saúde.

Fonte: Prefeitura de Canoas

Leia também:

Envie um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.