Saúde Gaúcha
Informação para gestores e profissionais de saúde.

- Publicidade -

- Publicidade -

Situações críticas reúne 23 hospitais brasileiros em Porto Alegre

0

Nesta sexta-feira (29), 40 profissionais da saúde de 23 hospitais brasileiros participaram do Curso de Comunicação em Situações Críticas, no Hotel Deville, em Porto Alegre. Os hospitais foram indicados pelo Sistema Nacional de Transplantes e são considerados estratégicos em razão da alta notificação de morte encefálica nessas instituições. A ação foi realizada por meio do “Projeto DONORS: Estratégias para otimizar a assistência aos potenciais doadores”, uma parceria entre o Hospital Moinhos de Vento e o Ministério da Saúde, dentro do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS).

>> Evento no Hospital São Lucas discute o neurodesenvolvimento saudável na primeira infância

O curso foi ministrado por instrutores capacitados no método espanhol, referência mundial de entrevista familiar para doação de órgãos. “O investimento massivo na capacitação de profissionais da saúde é considerado o ponto fundamental para incrementar a doação de órgãos”, destaca Caroline Robinson, líder do projeto DONORS. Inspirado no sucesso do modelo espanhol, o Projeto DONORS, tem promovido ações de capacitação de grande abrangência que envolveram centenas de profissionais de todas as unidades federativas do Brasil.

Destinado a profissionais que atuam em emergência e UTI, o curso presencial conta com conteúdo teórico e simulações de casos reais. As atividades de sensibilização tem o objetivo de preparar os profissionais de saúde para comunicar a morte encefálica e acolher as famílias em luto.

>> Evento aponta caminhos para a saúde do futuro nas empresas

Projeto DONORS
O projeto liderado pelo Hospital Moinhos de Vento foi lançado em novembro de 2016 e visa contribuir com as ações do Sistema Nacional de Transplantes para melhorar o cenário da doação de órgãos no país. Como principal ação, realiza um grande estudo com a participação de UTIs de 63 hospitais de todo o Brasil.

Também são promovidas atividades de capacitação de profissionais de saúde para a comunicação e o esclarecimento da família sobre o diagnóstico de morte encefálica e a condução da entrevista familiar para verificação da intenção de doação de órgãos. Em 2017, foram 350 profissionais capacitados em cursos presenciais. Entre junho de 2017 e dezembro de 2018, mais de 1600 profissionais realizaram o curso online “Entrevista familiar para doação de órgãos”, desenvolvido pelo projeto. Uma nova edição gratuita do curso online será disponibilizada em maio de 2019.

Fonte: Hospital Moinhos de Vento, por Critério Resultado (Julia Machado)

Leia também:

Envie um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.